O que é coaching

Qualquer um de nós já se pegou questionando o sentido e o significado de alguma coisa. Inclusive você, que chegou nesta página: aposto que queria saber o que representa o coaching, tema deste artigo. Se acertamos nossa suposição, você veio ao lugar certo e nas próximas linhas vamos destrinchar o assunto.

Antes de tudo, porém, voltemos a reflexão inicial do post: por que será que temos tanta dificuldade em definir algumas coisas de nossas vidas? Nossa profissão é um bom exemplo disso. Somos compelidos a defini-la antes da idade adulta, quando sequer temos noção exata da nossa identidade e do que sentimos prazer em fazer.

Como encontrar uma atividade que possa se encaixar em uma expectativa inexata, que muitas vezes se baseia apenas em curto prazo, não levando em consideração as reviravoltas que o mundo dá? É em cima dessa inquietação que o Coaching atua. Aliás, o Coaching Empresarial, para ser mais específico.

Sei que pode soar como novidade, mas o conceito de Coaching em si é uma coisa e o Coaching voltado à orientação profissional é outra. O primeiro é, de acordo com a definição do IBC, Instituto Brasileiro de Coaching, “um processo de desenvolvimento humano pautado em diversas ciências”.

Já o segundo, ainda pelas palavras do IBC, “orienta o profissional a definir e direcionar sua carreira da forma que deseja, ajudando-o a decidir, de forma assertiva, suas metas, valores, objetivos profissionais e a traçar as melhores estratégias para alcançar os resultados planejados, em menos tempo”.

Quem pode ser ajudado pelo Coaching

Todo aquele que se interessar pelo autodesenvolvimento pode, mas as técnicas do Coaching acabam sendo mais vistas no meio corporativo. Por isso mesmo é que o termo é tão associado ao ambiente empresarial.

Das abordagens que alguém que busca no Coaching um norte para sua carreira, três são destacáveis: o Coaching Executivo, o Coaching Pessoal (ou de Vida) e o Coaching de Performance, cada um com a sua peculiaridade, retratada a seguir.

Tipos de Coaching

Coaching Executivo

O Coaching Executivo é, talvez, a técnica mais popular dentre todas. Voltado a profissionais em nível avançado na carreira, que ocupam cargos que demandam grande responsabilidade e necessidade de uma atuação mais estratégica e, também por isso, com papel de influenciadores.

Ele almeja capacitar este profissional a atingir a mais alta performance e excelência pessoal, que possa refletir nos negócios. O Coaching Executivo ajuda o executivo na identificação das metas de sua organização, valores, missão e propósito da empresa no mercado em que está inserida.

Coaching Pessoal

Direcionado a profissionais que buscam alinhar sua experiência profissional com seus propósitos e valores pessoais, o Coaching Pessoal, ajuda aquele que o busca a definir sua meta de vida, que pode situar-se na saúde, relacionamentos, espiritualidade, finanças, carreira, família, entre outros.

O cliente ajudado pelo Coaching Pessoal será induzido a pensar apenas no presente, projetando o futuro, ou seja, receberá estímulos para desenvolver uma atitude progressista com relação a sua própria vida, que pode impactar no desempenho profissional deste.

Coaching de Performance

O Coaching de Performance é, a grosso modo, uma mescla do Coaching Pessoal e o Coaching Executivo. Seu grande objetivo é ajudar os clientes a “destravarem” suas habilidades profissionais naturais e encontrarem-se na carreira.

Ela auxilia aqueles que a consultam no autoconhecimento e conscientização de sua própria responsabilidade em seu crescimento profissional e é direcionada a pessoas em um nível intermediário da carreira, que querem subir de patamar, mas não sabem exatamente qual caminho seguir e nem reconhecem por si mesmas seus pontos fracos, que impedem esta ascensão.

Não saber exatamente para onde conduzir a carreira pode afligir um profissional em qualquer fase da vida Foto: FreeImages.com

Não saber para onde conduzir a carreira pode afligir um profissional em qualquer fase da vida       Foto: FreeImages.com

Quem pode aplicar as técnicas de Coaching

Assim como qualquer pessoa que queira evoluir em algum aspecto pode ser ajudada pelas técnicas de Coaching, qualquer um pode aplicá-las. O conceito de Coaching vem da palavra “coach”, que quer dizer “mentor”. Contudo, profissionais da área de Psicologia, especialmente aqueles que trabalham com Recursos Humanos, têm mais bagagem para o papel.

Em primeiro lugar, porque sua área de formação é dedicada justamente a compreender o comportamento humano e a ajudar as pessoas a superar problemas que as impedem de levar uma rotina tida como normal, socialmente falando.

E em segundo – e primordial – lugar, porque o Coaching, no campo profissional é uma técnica concebida para ajudar aqueles que buscam aperfeiçoamento em uma das áreas mais críticas da vida, portanto, menos propensa a lidar com erros de avaliação e orientação.

Por que você pode recorrer ao Coaching um dia

Por diversos motivos, conforme listamos ao longo do artigo, mas o principal foi mencionado logo no começo do texto: muitos de nós temos de escolher uma profissão muito cedo, quando sequer temos noção de nossas reais habilidades e daquilo que, de fato, gostamos de fazer.

Pode ser que você tenha sido induzido a escolher uma carreira na área de ciências humanas por, no Ensino Médio, ter demonstrado uma suposta afinidade maior com disciplinas da grade curricular atreladas à elas, mas não percebeu que também poderia ter seguido uma carreira que agregasse também saberes de exatas.

Por exemplo, poucos de nós nos damos conta de que o curso de Economia, por mais que lide com números em boa parte do tempo, tem um caráter tão humano, quanto exato. A mesma coisa vale para o Direito, que muitas vezes é percebido como um curso que fará o aluno apenas decorar leis, de livros gigantes, ignorando o papel humanístico da profissão de advogado.

Todos queremos aumentar nossa qualidade de vida, mas o caminho, além de longo, pode ser mais árduo do que deveria, por conta de decisões precipitadas. Por essas e outras o Coaching tem sido cada vez mais procurado por profissionais de diferentes áreas e cargos.

Se você é um dos que pensa em reforçar este grupo, compartilhe conosco suas motivações nos comentários.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *