Como conseguir o primeiro emprego

Primeiro emprego: o sonho de dez, entre dez pessoas que têm como objetivo subir na vida. Consegui-lo, porém, nem sempre é tão rápido (dependendo da posição que você procura) e o caminho para chegar até ele é repleto de armadilhas para quem não está exatamente tão preparado.

Imaginamos que você não seja um desses distraídos, mas de qualquer forma, se sua luta neste momento é para estrear no mercado de trabalho, o texto também te serve. Logo de início é importante pontuar que nem todos os procedimentos descritos aqui valem para qualquer pessoa.

Existem empresas que costumam dar a primeira oportunidade profissional que exigem muito pouco do candidato. Serviços de Telemarketing, por exemplo, não pedem muito mais do que boa dicção, afinal, o trabalho consiste em atender clientes pelo telefone, e um entendimento razoável do nosso idioma, para assimilar o treinamento e reproduzir as técnicas no dia-a-dia.

Agora, se o seu caso é outro, sua ambição vai além do que apenas ser aceito por qualquer empresa e você enxerga seu primeiro emprego como o pontapé inicial de uma trajetória ascendente e de sucesso, preste atenção nas dicas que vamos dar.

Defina um objetivo

Uma pessoa sem metas, é uma pessoa perdida. Se você nunca leu isso ou ouviu falar, saiba que é a mais pura verdade. Ainda que esteja à procura da primeira oportunidade de sua vida, saber aonde quer chegar lá na frente é fundamental desde já.

Antes até de redigir seu currículo, tenha bastante claro consigo mesmo as atividades que gostaria de executar e se as habilidades que você acredita ter podem ser um bônus para sua entrada no mercado de trabalho.

Essas duas informações, caso estejam claras em sua mente, tendem a eliminar da sua experiência inicial a sensação de tempo perdido, por imaginar ter escolhido um caminho errado ou pouco condizente com seus valores pessoais.

Redija um currículo realista

Com a definição do seu objetivo e identificação de suas habilidades, abra o Word e mãos à obra. Crie um currículo com todas as informações possíveis sobre você (inclusive endereço, bairro onde mora, telefone, e-mail).

Seja bastante realista, uma vez que mentir sobre si mesmo não é a melhor das escolhas no mercado de trabalho. Não se esqueça também de caprichar no português, já que você quer se destacar logo de saída.

Tenha critério na busca das vagas

Depois de finalizado o currículo, comece a labuta pela primeira chance de sua vida. Entretanto, um conselho: não saia atirando para todos os lados na sua procura.

Tenha critério ao escolher as empresas para as quais irá pleitear uma vaga. Se for o caso, gaste alguns dias pesquisando os lugares que gostaria de trabalhar e tentando consegui o e-mail do RH ou gestores das áreas que creia ter mais afinidade.

Monte uma lista de e-mails com o que conseguiu e se prepare para gastar a criatividade.

Tenha também (muita) paciência

Sabe a tal criatividade que mencionamos no tópico acima? Então, ela servirá para as cartas de apresentação que terá de mandar junto com o currículo, explicando suas motivações para trabalhar naquela empresa.

A carta de apresentação é um texto que fala sobre você mesmo, contando resumidamente sua história, o que te faz procurar o primeiro emprego e seus objetivos de curto, médio e até longo prazos, caso já os tenha em mente.

Depois é sentar e esperar os resultados, que podem demorar um bocado para aparecer. Se for preciso, inclusive, vale a pena mandar outra mensagem, após o envio do currículo, para sondar a situação da empresa, saber se pode aparecer uma vaga em breve e, principalmente, mostrar que você está à disposição.

Definir objetivos e identificar e ressaltar as próprias habilidades são fundamentais para conseguir o primeiro emprego Foto: FreeImages.com

Definir objetivos e saber as próprias habilidades são fundamentais na procura do primeiro emprego Foto: FreeImages.com

Se conseguir uma entrevista, tenha cuidado com o visual

No mundo corporativo, a primeira impressão, de fato, é a que fica. Se você conseguiu convencer alguém de que é a pessoa certa para ocupar uma vaga e ter seu primeiro emprego, não vacile.

Separe sua melhor roupa (social, de preferência), faça a barba (se for homem), arrume o cabelo e invista na maquiagem (se for mulher). Se apresentar de forma sóbria passa a ideia de que você, apesar de inexperiente, sabe o que quer e terá a seriedade suficiente para chegar lá.

Durante a entrevista, não demonstre nervosismo

Não que seja fácil, mas evite a todo o custo deixar explícito que você está em uma ebulição interna por causa da entrevista. Tente não dar sinais corporais da sua insegurança.

Coisas como ficar batendo o pé, esfregar as mãos, coçar a cabeça ou o nariz, colocar a mão no queixo (ou no bolso, que é ainda pior) ou estalar os dedos dirão ao entrevistador que você talvez não tenha maturidade suficiente para ter aquela chance.

Não perca o controle sobre si mesmo de jeito nenhum. Se for o caso, treine com alguém seu discurso antes de passar pela sabatina do recrutador.

Se fez tudo certo, é só comemorar!

Ao passar por todas essas fases com sucesso, a probabilidade de ocupar o primeiro emprego de sua vida é enorme.

Dali em diante, basta celebrar a iminente conquista e fazer da oportunidade um trampolim para o restante de sua trajetória profissional.

Antes de estourar a garrafa de champagne, que tal compartilhar o que aprendeu com os seus amigos? Vamos ajudar os outros a subirem na vida conosco!

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *